O que esperar das eleições municipais?

1) Pandemia

Em um cenário de crise econômica e escândalos de corrupção, assistimos uma brutal redução da confiança nos políticos, sobretudo a partir de Junho de 2013, responsável pela intensa renovação na eleição municipal de 2016. Os políticos tradicionais foram ultrajados pela vitória de candidatos alçados pelo “voto de protesto”, a exemplo de João Doria, Marcelo Crivella, Alexandre Kalil e Marchezan Júnior. Outra vez, com efeito, as tendências do pleito devem se transformar na esteira da pandemia, entendida como um choque exógeno no sistema político.

Prefeitura conquistadas na última eleição: destaque para o crescimento dos partidos de direita. (Gráfico de André Nagy e René Somain)

2) Alcance do bolsonarismo

A aposta de que a eleição firmará, em algum grau, a cristalização do bolsonarismo está ancorada em inúmeros estudos que sinalizam o peso da eleição federal no pleito municipal seguinte. O cientista político Marcus André Melo chama atenção para as redes políticas locais e a eleição de prefeitos do mesmo partido do governador do Estado, em especial nos pequenos municípios, já que “para o eleitor, a estratégia dominante é votar nos candidatos dessas redes — por suas conexões federais e também pelo receio de ser excluído dos benefícios gerados por elas”. Na eleição de 2018, dos 27 governadores eleitos, 15 apoiaram Bolsonaro.

3) Novidades da legislação eleitoral

As mudanças da legislação eleitoral foram dignas de elogio. A mais recente, a proporcionalidade racial na distribuição das verbas do Fundo Eleitoral pelos partidos, atestou “que homens brancos são sistemática e injustamente beneficiados pelo modo de distribuição de recursos financeiros e tempo de exposição midiática”, como lembrou Sílvio Almeida. Quanto a nova regra para que os candidatos financiem no máximo 10% da campanha com recursos próprios, também é positiva porque restringe a vantagem dos candidatos milionários.

--

--

Nascido em Recife. Formado em filosofia pela FFLCH-USP. Mora no Rio de Janeiro e estuda direito na PUC-Rio. Escreve às quartas.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Rodrigo de Abreu Pinto

Rodrigo de Abreu Pinto

278 Followers

Nascido em Recife. Formado em filosofia pela FFLCH-USP. Mora no Rio de Janeiro e estuda direito na PUC-Rio. Escreve às quartas.